foto Jana Brandolt.jpg

AS TUBAS

O grupo As Tubas surge a partir da união das artistas Clarissa Ferreira, Emily Borghetti, Fernanda Copatti, Giovanna Mottini, Morena Bauler e Thays Prado, para uma apresentação em um sarau em alusão ao dia internacional da mulher, 8 de março de 2018. A experiência vivida nesta apresentação e construção artística provocou a continuidade do grupo que produziu um primeiro espetáculo em maio de 2018 no palco do Meme Santo de Casa. No segundo semestre do mesmo ano o grupo foi contemplado com o edital da Câmara de Porto Alegre, realizando duas apresentações no Teatro Glênio Peres, com lotação máxima, nos dias 17 e 18 de agosto. Seguiram construindo sua linguagem artística e apresentaram-se novamente nos dias 17 de dezembro e 10 de março no Teatro de Arena/ Porto Alegre. No primeiro semestre de 2019 foram convidadas a participar do Festival Pira Rural. Também foram contempladas nos editais: Virada Sustetável, Ecarta Musical, Sala Álvaro Moreira e Teatro da Santa Casa.

Em maio de 2019 criaram show inédito inspirado no livro Mugido da poeta Marília Kosby. No dia 4 de julho apresentaram o show As Tubas Corpo | Espaço no Teatro da Santa Casa com gravação audiovisual disponível na internet. Para viabilizar esta produção realizaram campanha de financiamento coletivo para bancar os custos de produção. No final de 2019 fizeram show no Festival Morrostock, em Santa Maria além de lançarem seu álbum As Tubas Corpo | Espaço ao vivo disponível nas plataformas de música. Abriram 2020 tocando no Fesival Acid Rock, em Ijuí/ RS e no projeto Musical Évora do Theatro São Pedro, Porto Alegre/ RS.

O espetáculo foi concebido a partir de narrativas sobre o feminino e suas vivências a partir dessa corporalidade. Para compor o espetáculo fazem parte canções autorais, poemas de poetas como Marília Kosby, Maria Gabriela Saldanha, Angélica Freitas, Adrienne Rich, Gioconda Belli. Música, poesia e dança se entrelaçam em um espetáculo sem hierarquia de linguagem, onde o enredo e a narrativa desenvolvida apresentam-se como o cerne conceitual, que são as vivências sobre ser mulher na contemporaneidade, que perpassam desde assédios cotidianos, violências sofridas, até relacionamentos e o próprio entendimento com o próprio corpo e a sexualidade.

show As Tubas Corpo Espaço julho 2019 fo
gravação Sofar Sounds Porto Alegre RS ma
festival Pira Rural Ibarama RS abril 201
festival Morrostock 2019 Santa Maria RS
show Biblioteca Pública Pelotense Pelota
revista noize fev 2020.jpg